MOVIMENTOS SOCIAIS NA ATUALIDADE: ALGUMAS REFLEXÕES

Regina Maura Rezende

Resumo


O presente estudo tem por objetivo trazer a luz reflexões acerca do processo
vivenciado pelos movimentos sociais, sobretudo nas ultimas duas décadas. Sabe-se que os movimentos sociais se constituíram em elementos de grande relevância na história das conquistas sociais no Brasil. Nascendo da iniciativa popular, cujo objetivo tem origem e é motivado pelas mazelas ocasionadas pela divergência entre o universo do capital em detrimento do trabalho, e, assim, do trabalhador, os movimentos sociais se constituem em elementos de resistência e posicionamento político da sociedade. Na medida em que a sociedade é subsumida pelo fluxo do capital, os novos modelos de produção, com vistas ao
empreendimento da exacerbação da mais valia, os movimentos sociais  somaram-se as reivindicações amplas e coletivas. Hoje se tem como exemplo os movimentos de defesa à natureza, à etnias, à orientação sexual, os movimentos pela terra e pelo teto, os quais se configuram em manifestos de ordem particular. Trazer a luz a temática dos movimentos sociais e seus fluxos e refluxos na sociedade brasileira é o objetivo do presente estudo. Longe de oportunizar conceitos definitivos, o presente estudo vem trazer reflexões acerca
da temática, e, na mesma medida, possibilidades de intervenção do profissional da área das ciências sociais aplicadas e, de forma mais íntima, tecer aproximações acerca das possibilidades de atuação do serviço social, inserido no contexto do debate pela edificação do direito e cidadania.

Referências



Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexação

LATINDEX - Sistema Regional de Información em Línea para Revistas Científicas de América Latina, El Caribe, España y Portugal