Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Extensão Universitária

ProCult realiza exposição Memória Viva do 2000

Publicado: Quinta, 07 de Dezembro de 2017, 07h47

O Programa de Extensão Universitária ProCult, Museu da Memória Viva da UFTM e moradores do bairro Residencial 2000 realizam a exposição “Memória Viva do 2000” no dia 16 de dezembro, a partir das 9 horas, Complexo dos Prédios dos Institutos, entrada pelo Centro Educacional da UFTM. A exposição é aberta à comunidade.

A programação prevê exposição fotográfica, apresentação da Orquestra Jovem do 2000, Roda de Conversa e apresentação da Oficina de Violão do 2000. “Este ano vamos fechar as ações do Programa com este evento. Vamos divulgar as ações feitas coletivamente pela equipe do ProCult com a comunidade do bairro Residencial 2000 e trazer a potência dessa produção e da comunidade”, disse a professora Paula Tatiana Cardoso, do curso de Terapia Ocupacional e coordenadora do ProCult.

O ProCult

Diversidade e Cidadania é um Programa de Extensão Universitária, coordenado por docentes do curso de Terapia Ocupacional na Universidade Federal do Triângulo Mineiro que teve início no segundo semestre de 2016. Propõe ações relacionadas ao ensino e à pesquisa, voltadas para o desenvolvimento de práticas comunitárias e a formação de estudantes/multiplicadores.

A cultura é o eixo central, atrelada aos conceitos de diversidade, cidadania, direitos humanos e justiça social. Estão vinculadas à proposta ações na Universidade, em espaços públicos do município e em equipamentos sociais, tais como intervenções, eventos, oficinas e cursos.

As atividades promovem espaços de expressão, discussão, criação, fortalecimento colaborativo e transformação, em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Social e a Fundação Cultural de Uberaba.

A equipe do ProCult está trabalhando no CEU das Artes, no bairro Residencial 2000 em Uberaba. “O Programa é um coletivo de docentes, estudantes e parceiros da comunidade. Os projetos que a gente desenvolve dentro desse equipamento são específicos. São construídos com a equipe do ProCult, a comunidade e as equipes desse equipamento CEU das Artes. Hoje nós temos três projetos sendo desenvolvidos dentro do Programa”, explicou a coordenadora.

Oficina de Cidadania

A Oficina é desenvolvida para adolescentes.  “Trabalhamos questões de direitos e cidadania e as relações cotidianas desses adolescentes. E eles fazem intervenções na sua comunidade. Propomos espaço de conversa e de encontro, e também de construção a partir de atividades lúdicas e artísticas e culturais”, relatou.

Projeto Semear

O Projeto discute a ocupação dos espaços públicos e propõe intervenções urbanas “o trabalho está se desenvolvendo em torno da construção de uma horta comunitária e a revitalização de espaços públicos como praças, pensando a questão da sustentabilidade. A ideia inicialmente é trabalhada com moradores no CEU das Artes e em suas casas, com reciclagem e horticultura”, disse a professora.

Oficina Reviver

“A comunidade trouxe para nós uma necessidade de valorização da memória e da identidade do bairro. Então a oficina sensibiliza e tem o objetivo de formar um coletivo da comunidade para construir um Memorial 2000 a médio e longo prazo”.

De acordo com Paula Cardoso, o Programa vem fortalecendo suas ações e parcerias firmadas, além de ampliar e aprofundar suas abordagens e intervenções. “Nesta caminhada, confirma-se a necessidade de projetos na direção proposta, que possibilitem a formação ética, crítica e política de profissionais para atuarem diante da complexa e diversa realidade social brasileira”, concluiu.

Confira a programação do evento: 

 

Fotos: Elioenai Amuy/UFTM

0
0
0
s2sdefault
Fim do conteúdo da página