Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Empreendedorismo

UFTM participa de estudo sobre índice de empreendedorismo das universidades brasileiras

Com o intuito de potencializar o ecossistema empreendedor universitário, as maiores organizações estudantis brasileiras pró-empreendedorismo se reuniram com propósito de construir o Índice de Universidades Empreendedoras, um projeto que tem como objetivo principal identificar as práticas e iniciativas empreendedoras das Instituições de Ensino Superior. A elaboração do índice, liderada pela Brasil Júnior - Confederação Brasileira de Empresas Juniores, conta com a participação de todos os estados do país e mais de 80 universidades no ano de 2017. Recebe apoio do Ministério da Educação e do Ranking Universitário da Folha de São Paulo – RUF.

O estudo para 2017 está na fase inicial com a divulgação da Pesquisa de Percepção para entender como os universitários enxergam seus locais de estudos, quais as oportunidades que são dadas a ele, e quais são os potenciais de melhorias, sendo fundamental o compartilhamento e a divulgação da pesquisa para o desenvolvimento do índice.

Cada Universidade irá receber um estudo, com detalhes sobre cada número e possíveis ações para tentar debater sobre essas mudanças. Os eixos que são mapeados em cada universidade são cultura empreendedora, inovação, extensão, capital financeiro, internacionalização e infraestrutura. Na Universidade Empreendedora de 2016, a UFTM ocupou a 27ª posição. As universidades destaques em cada um dos eixos variam em regiões como o nordeste, a exemplo da UFRPE e UFC, e sudeste, como a USP, Unicamp e PUC Rio.

 O Embaixador do Índice Universidades Empreendedoras na UFTM, o aluno Felipe Nabuco da Trindade, afirmou que o Índice é de grande importância para as instituições, já que há pontos a serem trabalhados na rede de ensino atual. “É necessário que, além do papel desenvolvido pela Brasil Júnior e seus parceiros, universitários busquem a mudança, contribuam para que as melhorias ocorram e principalmente auxiliem na Pesquisa de Percepção, peça fundamental para analisar a visão do universitário quanto à posição da Instituição, um grande passo para quem realmente quer fazer a diferença e se tornar parte da solução”, analisou.

 Acesse a Pesquisa de Percepção

 

 

0
0
0
s2sdefault
Fim do conteúdo da página