Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Pesquisa

Projeto de pesquisa analisará emoções e percepções de público em museus

Publicado: Sexta, 08 de Outubro de 2021, 07h49

Aprovado recentemente por meio de chamada pública e agora financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais – Fapemig, o projeto “Museus de ciências e divulgação científica: investigando as emoções que derivam em diferentes contextos (mediação, educação CTSA e divulgação científica)” começa a ser implementado sob coordenação do professor da UFTM, Pedro Donizete Colombo Junior, vinculado ao Instituto de Ciências Exatas, Naturais e Educação – Icene.

O projeto é uma parceria entre o Grupo de Estudo e Pesquisa em Educação Não Formal e Ensino de Ciências – GENFEC da UFTM e pesquisadores da Universidade Federal de Uberlândia - UFU. Segundo professor Pedro, a proposta de pesquisa tem como objetivo investigar respostas emocionais e percepções diversas que derivam da mediação com o público em museus de ciências, destacando, nesse sentido, a parceria com o Museu dos Dinossauros da UFTM e com o Museu Diversão com Ciência e Arte - DICA da UFU.

O professor Pedro também chama a atenção para o fato de que relações entre Ciência, Tecnologia, Sociedade e Ambiente - CTSA, bem como a presença de questões sociocientíficas, fazem parte do cotidiano das pessoas, porém nem sempre têm sido percebidas nos museus de ciências. “As relações existentes entre CTSA, por exemplo, tornam-se tão importantes quanto conhecer um conceito científico em particular, visto que tais relações estão entrelaçadas pelo mundo social. Paralelamente a essa percepção, o interesse pelos estudos sobre emoções tem se intensificado nos últimos anos, no entanto poucas investigações têm sido desenvolvidas sobre essa temática no cenário dos museus. Esses locais favorecem não apenas a aprendizagem em ciências, mas as interações e/ou convívio sociocultural, podendo dar novos significados para conceitos e favorecer o sentimento de pertencimento democrático na sociedade”, destaca.

A proposta está estruturada em duas ações de pesquisa, sendo inicialmente aspectos emocionais vinculados à percepção do público nas relações CTSA e temas controversos nos museus; e emoções que derivam de ações de mediação com o visitante nos museus. Para identificar e discutir as emoções de mediadores e visitantes, será realizado o uso de oxímetro (do tipo “relógio de pulso”, modelo PULSO CMS 50F) com softwares de análise facial para identificação e análise de emoções, além de outros aportes metodológicos.  A pesquisa tem previsão para ser desenvolvida ao longo de 3 anos.

Integram a equipe, além do coordenador, professor Pedro Colombo, os pesquisadores  Daniel Ovigli, também professor da UFTM; Sílvia Martins  e Sandro Ustra,  da UFU; doutorandos e mestrandos de programas de pós-graduação em Educação e Educação em Ciências de ambas as instituições, além de colaboradores de outras universidades, como Carla Santos (UNIARAXÁ) e Ariane Baffa (Instituto de Estudos Avançados IEA/USP).

Para mais informações e conhecer outras atividades relacionadas, ACESSE a página do Grupo de Estudo e Pesquisa em Educação Não Formal e Ensino de Ciências – GENFEC   

0
0
0
s2sdefault
Fim do conteúdo da página