Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Extensão

Projeto que trata de exames laboratoriais sobre a COVID-19 inicia suas atividades

Publicado: Sexta, 22 de Maio de 2020, 11h55

O projeto de extensão “LABHELP: assistência remota ao Laboratório de Análises Clínicas do Hospital de Clínicas da UFTM diante da pandemia de COVID-19” iniciará suas atividades na próxima terça-feira, 26 de maio. As atividades serão realizadas on-line por meio de palestras sobre vários temas relacionados ao diagnóstico clínico e laboratorial, além de discussão sobre interpretação clínica de exames laboratoriais.

O projeto, idealizado pelo Professor Kennio Ferreira Paim, da disciplina de Microbiologia UFTM, e pela bióloga Tatiana Campos, coordenadora do Laboratório de Análises Clínicas do Hospital de Clínicas da UFTM – HC-UFTM, tem como objetivo proporcionar a capacitação profissional de acadêmicos dos cursos de Medicina, Biomedicina, residentes multiprofissionais e profissionais de saúde que atuam em medicina diagnóstica, além de fornecer um suporte remoto ao laboratório durante o atual cenário emergencial.

Segundo os responsáveis, a concepção do projeto surgiu com a pandemia de COVID-19, que tem se mostrado um importante problema de saúde pública na medida em que aponta para uma sobrecarga do sistema de saúde, tanto em quantidade de pacientes recebidos e leitos disponíveis, bem como da quantidade de profissionais de saúde para conseguir atender a essa demanda. O momento singular tem imposto um grande desafio sobre os profissionais e estudantes da área da saúde, muitos dos quais, afastados do ambiente acadêmico, sentem-se ansiosos para aprender algo novo e poder contribuir com a resolução desse grande problema. Desse modo, o projeto LABHELP foi idealizado para fornecer apoio assistencial ao mesmo tempo em que disponibilizará conteúdo de qualidade e gratuito para a capacitação profissional dos seus participantes.

De acordo com professor Kennio, organizar um projeto na área da saúde em um momento de pandemia em que o profissional de saúde é muito requisitado foi um desafio. O projeto contará com a participação de docentes da UFTM e profissionais do HC-UFTM, além de palestrantes das instituições como da Universidade Federal de Goiás - UFG, Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual - IAMSPE-SP, Hospital Geral de Parauapebas no Pará - HGP, Sabin Medicina Laboratorial, Hospital Ortopédico e Medicina Especializada de Brasília - HOME, Hardwork Medicina e Joslin Diabetes Center – Harvard Medical School Afiliate.

Conforme os responsáveis pelo projeto, as 200 vagas ofertadas nas redes sociais já foram preenchidas em menos de 24 horas, o que também demonstra a situação atípica do presente momento. A maior parte dos inscritos é da UFTM (61,4%), seguidos da UNIUBE (15,7%) e diversas instituições como UFPI, UFDPar, UFG, UPAL, UniRV, Claretiano, UniFacef, Uniateneu, Unef, UEVA, Uninta e Sabin (22,9%).

Para Vítor Rodrigues Dutra, discente do 7˚ período do curso de Medicina da UFTM e bolsista do projeto, participar da organização de um evento na área da saúde em um momento de pandemia é gratificante. “O projeto, além de contribuir com o meu enriquecimento teórico em medicina diagnóstica, tem proporcionado trabalhar com conceitos tecnológicos que certamente serão cada dia mais utilizados em nossa sociedade”, afirma Vítor.

Segundo a coordenadora da Laboratório de Análises Clínicas do HC-UFTM, Tatiana, esse projeto demonstra a mudança de paradigma imposta pela pandemia da COVID-19. “Estamos sendo requisitados a adaptar nossa rotina de trabalho a novas ferramentas tecnológicas, proporcionando um maior acesso à informação de forma globalizada e igualitária e colaborando com a assistência à saúde”. Relata ainda que está sendo um prazer participar dessa experiência.

O LABHELP será desenvolvido por meio de reuniões on-line a partir das plataformas Google Meet e Zoom, nas terças-feiras e quintas-feiras, entre os meses de maio a outubro de 2020. Para participar das aulas, os participantes receberão um link para acesso às atividades teóricas e práticas. Ao final do projeto, serão emitidos certificados de participação para aqueles que obtiverem pelo menos 75% de frequência e que obtiverem aprovação em exame de proficiência sobre conteúdo discutido. Abaixo, segue o cronograma de atividades.

Mais informações: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

0
0
0
s2sdefault
registrado em:
Assunto(s): Extensão , LABHELP , Laboratórios.
Fim do conteúdo da página